Vai uma indireta?

indiretas

Eu passo o dia inteiro na internet, isso por causa do meu trabalho, mas também por que adoro navegar e descobrir novas coisas. Um dos comportamentos que vi crescer bastante é a tal da indireta. “Tem gente que só faz mal aos outros” ou “Quem precisa de inimigos quando tem uma amiga assim” são algumas das coisas que as pessoas escrevem.

Eu, por acaso, não costumo dar indiretas, muito pelo contrário, sou conhecida por falar as coisas na cara – e sou bem criticada por isso. Deve ser por isso também que eu nunca acho que sou alvo de indiretas. Devo até ser, mas não acredito que alguém que não goste de mim, ou que tenha algum problema comigo, gaste o tempo pra escrever algo direcionado a mim. A questão é que eu nunca vou saber que foi pra mim, sempre acho que as pessoas tem problemas maiores na vida pra ficar jogando “mensagem codificada” pra outras pessoas. Mas enfim, esse texto não é resposta a nenhuma indireta, até porque eu nunca as recebo (não que ninguém as mande) ou me identifico como alvo de uma, porém muita gente ainda gasta seu tempo com isso. Você sabe bem quem é! Brinks!

Se você curte indiretas, criei uma página de humor chamada Indiretas da Taylor, pra você pegar algumas das letras que ela escreveu pra ex-namorados e mandar pro boy.

Trailer de Star Wars: ‎O Despertar da Força‬ é lançado e quebra a internet

star-wars-the-force-awakens

Os nerds piram! Hoje de tarde, durante um painel na Star Wars Celebration, foi finalmente divulgado o novo trailer (ou seria teaser) do próximo filme de Star Wars. Os fãs estão superansiosos porque essa produção, dirigida por J.J. Abrams, traz o elenco original revivendo seus papéis consagrados na saga.

O filme Star Wars: ‎O Despertar da Força‬ só estreia em dezembro desse ano, mas os aficionados pelo universo criado por George Lucas dão pulinhos de alegria com cada novidade. No início do vídeo já podemos ver um capacete bem famoso:

star-wars-1

Outro indício de personagem antigo é uma mão robótica que aparece junto com R2D2:

star-wars-2

Quem será que vai receber esse saber de luz?

star-wars-3

OMG, muitos stormtroopers reunidos. Quem os convocou?

star-wars-4

Ah, tem que assistir até o final porque tem mais uma surpresinha!

Animação da Häagen-Dazs mostra como são feitos os sorvetes

Haagen-Dazs-Maker-Street

Quem me conhece sabe que eu amooooo sorvete, ainda mais da marca Häagen-Dazs. Sou daquelas que não se importa em pagar um pouco mais pra deliciar a saborosa sobremesa gelada. Por isso, quando me deparei com essa animação, feita pra marca, tive que vir aqui compartilhar. O filminho fofo traz um cara na bicicleta que vai pedalando pela Maker Street em busca dos ingredientes para fazer o sorvete.

A propaganda, criada para promover a nova linha Artisan Collection, foi desenvolvida pela agência Goodby Silverstein & Partners e o estúdio de animação HouseSpecial.

5 coisas que toda pessoa viciada em séries já fez (ou faz)

viciados-em-seriados-0

Se tem uma coisa que as pessoas viciadas entendem é que vale (quase) tudo para fugir pra casa e ver sua série favorita. Além disso, o resto dos seres humanos normais não conseguem guardar tantas histórias diferentes na cabeça, mas um viciado em série, sabe não só nomes de personagens, como detalhes mais obscuros dentro do enredo. Muitas vezes, sabe mais até que os roteiristas. Ser aficionado por programas de tevê é um investimento pesado de tempo, dinheiro e internet, mas tudo isso tem uma recompensa, após ver um capítulo novinho e bem escrito do seu show favorito.

Como o viciado em séries não é uma pessoa muito normal, ele tem certos comportamentos típicos que o destaca de outros seres humanos. Listei os cinco principais:

1 – Fingir que tá doente pra não sair com a familia/namorado(a)/amigos pra ficar em casa vendo seriados

viciados-em-seriados-5

Esse é um clássico! Sabe quando você tem vários episódios de uma série pra ver e fica esperando o fim de semana chegar pra colocar tudo em dia? Então chega sábado e aparece algum evento em que você tem que comparecer. O que fazer nesse caso? Simular um desmaio? Quem nunca fingiu uma dor de barriga ou cólica pra ficar em casa o dia todo vendo televisão, atire a primeira pedra.

2 – Prometer que só vai ver mais um episódio e depois de algumas horas ter feito uma pequena maratona

viciados-em-seriados-6

Só mais um episódio… e assim começa! Você liga a tevê ou o computador pra ver “apenas” um episódio, mas o final é tão intenso que você decide assistir o próximo e depois mais um.. e outro logo em seguida.

3 – Não desistir da série favorita, nem mesmo se o programa ficou uma porcaria ou se a história se perdeu por completo

viciados-em-seriados-3

Quem é fã de Grey’s Anatomy sabe do que eu tô falando. Quem já não deve ter pensado em algum momento: “Por que eles não terminaram essa porcaria três temporadas atrás?”. Além disso, boa parte do elenco original do programa já saiu da série e os personagens novos são tão chatos que você torce pela morte deles.

4 – Acompanhar 489683 séries diferentes, nos mais diferentes estilos e lembrar de cada história

viciados-em-seriados

É Game of Thrones, Walking Dead, House of Cards, Orange is the New Black, The Big Bang Theory e tantas outras que uma mente comum pode confundir tudo. Mas o viciado em séries saber que a Piper não é a mãe de todos os dragões, e que Sheldon Cooper não é presidente dos EUA.

5 – Não saber o que fazer da vida quando acaba a temporada ou acontece o Mid-season

viciados-em-seriados-4

Acabou a temporada do seu programa favorito e pior, muitos deles finalizam seus episódios quase todos no mesmo período, o que fazer? Pior é aquela pausa entre os episódios, que fica uma lacuna de meses, o tal mid-season. E o pior ainda, você vai em busca de algum outro programa pra acalentar seu coração e acaba viciado em mais um.

2 Livros do mês: Boneco de Neve e Cidades de Papel

livros-do-mes

Eu não sei ler um livro só e normalmente leio dois ou três ao mesmo tempo, finalizo alguns e outros ficam encostado na estante sem nunca chegar às páginas finais. Eu não posso participar de nenhum clube ou grupo de leitura porque tenho um ritmo próprio (hehe). Esse mês estou lendo dois livros bem diferente e pra públicos distintos: Boneco de Neve e Cidades de Papel.

O primeiro deles é Boneco de Neve, do escritor norueguês Jo Nesbø. O romance policial (amo esse gênero literário) conta histórias entrelaçadas a do investigador Harry Hole. O personagem principal aparece em mais outros livros do mesmo autor.

boneco-de-neve-jo-nesbo

Na história, mulheres aparentemente normais começam a desaparecer em Oslo, em comum, elas possuem maridos e filhos, e perto da casa da família aparece um boneco de neve após o sumiço delas. O escritor consegue passar a sensação congelante da Noruega no inverno, além do clima de suspense e tensão que a trama retrata. Eu li a noite e cheguei a ter pesadelos, já que as cenas são tão bem descritas que você parece que vivenciou elas.

Outro livro que estou lendo é Cidades de Papel, de John Green, o autor de A Culpa é das Estrelas (já li e vi o filme). A obra é direcionada para o público jovem, mas quem gosta de tramas leves e inteligentes, essa é uma boa pedida.

livro-cidades-de-papel-john-green

Mais uma vez John Green traz adolescentes reais, que sofrem, não são perfeitos, mas mesmo assim são sagazes e inteligentes. A história gira em torno de Margo Roth Spiegelman, que depois de uma noite, ao lado do vizinho Quentin, apronta contra seus amigos e depois some sem deixar pistas. Ou melhor, quase sem pistas, porque Quentin consegue decifrar a cabeça da garota e segue o rastro dela.

O livro vai virar filme com Cara Delevingne e Nat Wolff nos papéis principais:

Famosas que amam coturnos! Inspire-se nesses looks

O Verão acabou e com ele o calor escaldante dá adeus! Junto com o outono chegam os dias mais frios, nublados e um pouco chuvosos. Pra dar conta disso com muito estilo, melhor adotar um tipo de calçado que aguente a pressão dessa mudança climática e, para isso, o coturno é a pedida certa.

As famosas já descobriram essa peça coringa e abusam desse tipo de bota pra montar o estilo. O coturno vai bem com looks na melhor vibe rocker, mas também com um jeans e camisa e pode até ir a uma festa. Quer saber como combinar? A gente te conta!

Look Básico

famosas-coturno-1

Selena Gomez, Gwen Stefani e Kendall Jenner investiram num visual bem simples, que deixa todo o foco para o sapato. Camiseta básica, rasgada ou uma regatinha combinadas com jeans nunca têm erro. Assim, o grande destaque da produção fica por conta do coturno, ainda mais no caso da Gwen que escolheu uma versão vermelha.

Pra dias mais friozinhos

famosas-coturno-4

A temperatura caiu um pouco, faça como Emily Blunt, Kate Bosworth e Jessica Stam. Jaquetinha ou cardigã, calça e o clássico coturno preto!!

O frio apertou?

famosas-coturno-2

Se o frio chegar de vez, o coturno serve para manter os pés aquecidos também. Combine o calçado com casacões e não tenha medo das baixas temperaturas. Siga o exemplo de Taylor Swift, que investiu em um modelo de bota marrom com cadarço e salto. Já Ashlee Simpson e Jessie J apostaram no visual black, apenas com camisetas brancas, e, nos pés, coturno preto.

Visual Conceitual

famosas-coturno-3

Gwen Stefani pode ser considerada a rainha dos coturnos, mas Jessica Alba e Shakira não ficam atrás quando apostam na peça. Nesse caso, as três famosas elegeram looks mais conceituais, com calças de modelagem larga ou destroyed e camisetas podrinhas.

Pode coturno em festas?

famosas-coturno-5

A resposta é: pode! Esse é o exemplo claro do que chamamos de hi-lo, que é misturar um peça “fina” com outra mais casual. Assim, quer arrasar de vez, opte por essa combinação inusitada, porém com muita personalidade: vestido feminino e coturno nos pés. Cara Delevingne, Kat Graham e Behati Prinsloo (Sra. Adam Levine) mostram que esse look é de arrasar.

famosas-coturno-shoes4you

Quer se inspirar? A Shoes4You oferece vários modelos de coturnos, iguais aos das famosas pra você criar e montar seus looks.

Campanha Shoes4You

imagens: reprodução StyleBistro

5 comportamentos da geração Y que muita gente não entende

Eu nasci em 1982 e em setembro completo 33 anos, a idade de Cristo. Eu estou quase no limite entre a Geração X e Y e não é por acaso que muita coisa que acontece atualmente seja direcionada para minha faixa etária. Ainda mais, como trabalho com conteúdo pro público adolescente, acabo me identificando e até curtindo certas coisas direcionada para um galera mais nova, mesmo estando quase na faixa de corte. :/

geracao-y-5-fatos
(imagem: reprodução Huffington Post)

Mas quem faz parte Geração Y ou Millennials, como são conhecidos? Esse “grupo” compreende as pessoas que vieram ao mundo entre 1980 e 2000. São pessoas que têm, hoje em dia, de 15 até 30 e poucos, mas possuem características e comportamentos muito parecidos entre si. Só que o pessoal que veio antes deles (a Geração X, os Babyboomers, etc) tem uma dificuldade enorme de entender esse grupo e sofre o tão famoso “choque de gerações”.

Pensando nisso, listei 5 coisas que a Geração Y faz e que muita gente mais velha torce o nariz e não entende. Porém como são outros tempos, vale se colocar no lugar desses ~jovens~ e tentar entender o que se passa na cabeça deles.

1 – Achar que por ficar o tempo todo no celular, eles não “têm” vida

Muito pelo contrário, o fato de ter perfil em diversas redes sociais – Facebook, Twitter, Instagram; e contatos nos Whatsapp, Viber, Snapchat, etc -, faz com que os Millennials se comuniquem com muito mais gente que os pais, os avós e os tataravós deles juntos. Assim, essa geração é conhecida por estar ligada com muita intensidade na internet e se conectando o tempo todo.

texting-geração-Y

2 – Tudo acontece ao mesmo tempo agora – e isso não é algo ruim

Os pertencentes a essa geração tendem a ser mais multifuncionais e conseguem fazer várias coisas ao mesmo tempo. Pode perceber que um adolescente, hoje em dia, enquanto conversa com alguém via celular, presta atenção na tevê e ainda responde se alguém perguntar algo. Duvido que pessoas “mais velhas” tenham tamanha habilidade!

geracao-y-tudo-agora

3 – Eles não vêem sentido em trabalhos chatos

Essa é uma das maiores polêmicas e que gera o maior conflito com as gerações anteriores. A geração Y busca prazer em tudo o que faz, inclusive no trabalho. Por isso, eles tendem não aguentar ficar muito tempo num emprego que não é “legal”. Simples assim! Se por um lado pode parecer imaturidade, a longo prazo, pessoas motivadas e apaixonadas por suas profissões são normalmente mais bem sucedidas.

O vídeo da Box1824 fala exatamente sobre isso:

Em entrevista à Época Negócios, Tamara Erickson (Professora de Comportamento Organizacional na London Business School) afirma sobre e Geração Y: “eles querem ter certeza de que estão fazendo algo importante, significativo e desafiador. Em contrapartida, os empregadores dão para eles tarefas bem entediantes. Aí, fica fácil descobrir por que falta entusiasmo. O segredo para engajá-los é atribuir a eles atividades mais significativas.”

4 – Era das celebridades instantâneas e da internet

Uma comportamento curioso pertencente a Geração Y é o culto e interesse por “pessoas comuns” que se tornam famosos da noite para o dia. Seja alguém que fez um vídeo viral, ou ganhou um reality show (não a toa o BBB faz tanto sucesso), ou tem milhares de seguidores nas redes sociais, ou tem um blog. Os jovens de agora se interessam por esse tipo de fenômeno e não só “cultuam” artistas famosos. Isso acontece porque eles se sentem mais perto dessas pessoas “normais” e têm a sensação de que também podem chegar lá!

geracao-y-kim-kardashian

5 – Precisar sempre saber se está “mandando bem”

Antigamente, na época dos nossos pais, não tinha essa de saber se você estava indo bem na escola ou faculdade (a não ser pelas notas), trabalho, relacionamento. Uma coisa que os Millennials “ensinaram” ao mundo foi a dar e pedir feedback. Essa geração gosta de ser informado se algo não vai bem, claro, que nem todo mundo tem maturidade pra ouvir um “não” ou algo do tipo. Mas só de se criar relações abertas ao diálogo, muita coisa pode evoluir a partir disso.

Unbreakable Kimmy Schmidt | série pra ver ou deixar pra lá?

unbreakable-kimmy-schmidt

Umas das coisas mais incríveis desse mundo é a Netflix! Era um sonho antigo: poder assinar um serviço que reunisse um catálogo de filmes e seriados. Pois bem, depois do surgimento do streaming, o mundo nunca mais foi mesmo e a empresa passou a criar conteúdo exclusivo e original. Séries maravilhosas como House of Cards (que eu sou viciada e já comentei sobre aqui) e inusitada como Orange is the New Black. Um desses seriados é Unbreakable Kimmy Schmidt – que já tem toda a primeira temporada disponível. Eu já assisti tudo e deixo aqui minhas impressões:

Unbreakable-Kimmy-Schmidt-candy-for-dinner

Criado por Robert Carlock e Tina Fey, o programa conta com Ellie Kemper (Kimmy Schmidt), Jane Krakowski (Jacqueline Voorhees) e Tituss Burgess (Titus Andromedon) no elenco. o seriado traz a história de Kimmy Schmidt, que era uma adolescente de 15 anos que foi sequestrada por um fanático religioso e aprisionada em um bunker por 15 anos! Ao ser resgatada, a ruiva ainda possui a cabeça de 15 anos, num corpo de 30.

Quem, assim como eu é fã de “De repente 30“, vai morrer de rir das descobertas que a personagem faz ao perceber que o mundo mudou, mas não tanto assim. A positividade irritante de Kimmy é também o maior trunfo da série.

Unbreakable-Kimmy-Schmidt-1

Além disso, os personagens secundários e surreias dão o toque cômico non sense típico do humor de Tina Fey. A humorista incrível é criadora do show e faz uma ponta como a incompetente advogada Marcia. Outros grandes nomes do elenco são: Jon Hamm (o Don Draper de Mad Men), como o reverendo Richard Wayne Gary Wayne; e Carol Kane, que vive a chapada Lillian Kaushtupper.

Unbreakable-Kimmy-Schmidt-3

Se as interpretações da série são seu maior trunfo, algumas piadas politicamente incorretas podem fazê-la derrapar um pouco. Imigrantes, viciados em drogas, nativos americanos são retratados de maneira caricata e abusando dos esteriótipos. A dúvida fica se alguns momentos as questões sobre raça, gays, imigrantes, etc. são sátiras ou apenas preconceituosas mesmo? Sabemos que Tina é mais inteligente que isso, por isso, acredito que ela usa do humor cru e aparentemente direto para nos fazer pensar sobre assuntos mais profundos.

Unbreakable-Kimmy-Schmidt-2

A primeira temporada tá todinha na Netflix pra você fazer uma maratona nesse feriado! Aproveite e se apegue com força ao personagem Titus Andromedon, que nos faz querer ter um roommate igual a ele, ou talvez nem tanto… Assim, Unbreakable Kimmy Schmidt é uma série pra ver, rever e ver de novo!

1 2 3 195