Pabllo Vittar em: “E a música Pop precisa mesmo de afinação?”

Depois que Pabllo Vittar ganhou o Troféu Domingão – Melhores do Ano 2017, muitas pessoas vieram analisar sua afinação. A Drag Queen mais conhecida do Brasil levou prêmio “Música do Ano”, pelo hit “K.O”. Emocionada, a cantora agradeceu a todos: “Esse troféu tem o peso da diversidade, da representatividade”. Além disso, a loira ainda completou: “Agradeço a todo mundo que me ajudou a chegar até aqui. Esse prêmio é de todos vocês”. Mas na internet, os especialistas em música resolveram julgar a voz da diva.

Sim, a habilidade vocal dela é limitada. Mas se a gente pensar, quantas cantoras Pop não cantam muito, mas arrasam na performance? A Rainha do Pop, Madonna, no início da carreira tinha voz estridente e desafinada. Britney Spears é acusada de fazer backing vocal e usar autotune em suas músicas. Katy Perry desafina nos shows ao vivo e dá gritinhos a cima do tom. Todas as três são artistas muito consagradas, tem milhões de fãs e ganham rios de dólares. Todas possuem carreiras bem sólidas (até Neydinha, que passou por problemas pessoais) e vozes bem limitadas.

O que fica claro é que o problema da Pabllo não é a afinação. Ela incomoda por outros motivos: por ser Gay, Drag, Nordestina. Muitas minorias em uma só pessoa! Daí, muitos querem desmerecer o trabalho dela em 2017, apontando a falta de voz. Essas mesmas pessoas não querem apontar o óbvio, querem tirar mérito de uma pessoa que levanta bandeiras diferentes das delas.

Que em 2018, as pessoas deixem suas almas pequenas para trás e abram o coração ao próximo. Pabllo é uma grande artista, sim! Carismática, com presença de palco, simpática, esforçada e alto astral.
PS: A Pabllo fez alguns comentários gordofóbicos no passado, que apareceram agora, espero de coração que ela tenha mudado a cabecinha! Beijos de luz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *